Apresentação – 12º Congresso Brasileiro de Arteterapia

O Evento terá início no dia 13 de outubro de 2016 com o Pré-Congresso.

POR QUE O CONGRESSO?
A Arteterapia está se desenvolvendo bastante no país, conforme as evidências dos cursos, dos grupos de estudos, das oficinas, das palestras e encontros realizados por profissionais qualificados e associados à União Brasileira de Associações de Arteterapia/UBAAT e às associações estaduais. Além disso, constatamos a ocorrência de congressos em vários estados brasileiros, com a apresentação de trabalhos e pesquisas relevantes para o bem-estar biopsicossocial.

Nesta perspectiva, o 12º Congresso Brasileiro de Arteterapia – Ciência e Arte: da diversidade à integração do ser – pretende funcionar como um espaço constitutivo, de reflexão, de diálogo, de afirmação, de acolhimento, de produção e troca de saberes, considerando a riqueza das diversidades regionais, culturais e pessoais. Um espaço de sustentação e valorização profissional, do arteterapeuta, enquanto mediador no processo de autoconhecimento.

OBJETIVO GERAL
Evidenciar o entrelaçamento da ciência e da arte, bem como possibilitar uma maior compreensão e (re) conhecimento das pessoas com suas histórias, tradições, valores e símbolos, incentivando-as a cultivar o autoconhecimento, o respeito às riquezas e às percepções das diversidades culturais globais de uma sociedade plural, dinâmica, interativa e criativa.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Agregar a diversidade cultural de nosso país;
  • Incentivar o autoconhecimento por meio da arte em terapia;
  • Estimular a criatividade do ser;
  • Promover diálogos com as diversas áreas do saber;
  • Empoderar o arteterapeuta, enquanto profissional.

ABORDAGENS TEMÁTICAS

1) Arteterapia e ciência

Comprovação dos benefícios das expressões artísticas no processo arteterapêutico para o bem-estar do indivíduo, numa perspectiva integrativa, ou seja, o equilíbrio entre corpo, mente e espírito.

  • Neurociência
  • Psicopatologia /Transtornos psiquiátricos (DSM 5):
    • Espectro da Esquizofrenia e outros Transtornos Psicóticos;
    • Transtorno Bipolar;
    • Transtornos Depressivos;
    • Transtornos de Ansiedade;
    • Transtornos Obsessivo-Compulsivo;
    • Trauma e Transtornos relacionados ao Estresse;
    • Transtornos Dissociativos;
    • Disforia de Gênero;
    • Transtornos Neurocognitivos;
    • Transtornos de Personalidade (como Paranóide e Boderline);
    • Transtornos relacionados a Substâncias e Adição;
    • Transtornos do Neurodesenvolvimento (Transtornos do Espectro Autista: Transtorno Desintegrativo da Infância e as Síndromes de Asperger e Rett); Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH); Transtornos Motores; Transtornos Específicos da Aprendizagem;
    • Síndrome de Down
    • Outros Transtornos Mentais
  • Gerontologia

2) Arteterapia e diversidade

Reflexões da relação, da interação, do intercâmbio, da partilha e da ruptura do isolamento entre grupos sociais, partindo do reconhecimento da diversidade como valor que promove a autêntica igualdade de oportunidades, na interação cognitiva e afetiva, entre pessoas de diferentes culturas e contextos.

A interculturalidade na Arteterapia
Inclusão Social
Espiritualidade
Mitologia
Sexualidade
Educação
Empresa

3) Arteterapia: uma profissão 

Apresentação de diferentes formas de protagonismo para a autonomia e desenvolvimento do profissional na Arteterapia.

Identidade pessoal
Identidade do arteterapeuta
Ética do arteterapeuta
Desafio da profissão

Associação Baiana de Arteterapia – ASBART