PSICOLOGIA ANALÍTICA, ARTETERAPIA E MITOLOGIA CRIATIVA: INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS DOS MITOS E SUA UTILIZAÇÃO NO TRABALHO ARTETERAPÊUTICO DE BASE JUNGUIANA

Corpo Secreto: Técnicas Expressivas coligadas ao trabalho corporal
27 de julho de 2016
Arteterapia e Danças Circulares: Mitologia e Espiritualidade
20 de setembro de 2016

PSICOLOGIA ANALÍTICA, ARTETERAPIA E MITOLOGIA CRIATIVA: INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS DOS MITOS E SUA UTILIZAÇÃO NO TRABALHO ARTETERAPÊUTICO DE BASE JUNGUIANA

Nesse mini-curso, vivencial e teórico, empreenderemos a partir do referencial da Psicologia Analítica de C. G. Jung a compreensão simbólica de mitos relacionados a temas pertinentes ao desenvolvimento psicológico do ser humano, em cada ciclo de vida, demonstrando como eles podem ser associados a recursos expressivos no trabalho em Arteterapia. Os mitos de diversas origens nos proporcionam um olhar aprofundado e ampliado sobre questões importantes e cruciais com as quais nos deparamos ao longo de nossa existência, com suas dificuldades e desafios. Eles nos falam a partir da linguagem simbólica, a mesma utilizada pela arte, através da qual o inconsciente se expressa, por intermédio de imagens arquetípicas. A partir do trabalho com recursos artísticos essas forças, que aparecem como deuses e deusas na Mitologia, são convidadas a participar da nossa vida.  De acordo com Hillman, através dos mitos podemos “enxergar nossas vidas cotidianas tanto encaixadas na vida dramática e cosmogônica das figuras míticas quanto enobrecidas por elas”. A perspectiva descortinada pela Mitologia, segundo Hollis, “nos deixa menos passivos na presença dos deuses. Nós os convidamos, embora convidados ou não eles estejam presentes. Se não forem convidados, eles virão como patologias”. Disso decorre o efeito terapêutico que o trabalho com recursos arteterapêuticos associados aos mitos pode proporcionar, ao promover o intercâmbio energético com essa dimensão arquetípica onde a nossa consciência está enraizada e de onde extrai o alimento psíquico necessário à sua estruturação e expansão.

eu-foto-congresPATRÍCIA PINNA BERNARDO – Pós-dra em Mitologia Criativa e Arteterapia (USP), Doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano (USP), Mestre em Psicologia Clínica (PUC), Psicóloga junguiana (USP), Artista Plástica (FAAP), Arteterapeuta, Coordenadora dos cursos em Psicologia Analítica, Mitologia e Arteterapia da UNIP:  Arteterapia, Arteterapia Aplicada, Mitologia Criativa, Contos de Fadas e Psicologia Analítica. Autora da Série: Jogos Arteterapêuticos (vol 1: A Amarelinha como Árvore da Vida: a jornada do herói através dos contos de fadas) e da Coleção: A Prática da Arteterapia: correlações entre temas e recursos (Vol I: Temas centrais em Arteterapia/ Vol II: Mitologia Indígena e Arteterapia/ Vol III: Mitologia Africana e Arteterapia/ Vol IV: Mitologia Criativa e Arteterapia/ Vol V: A Alquimia nos Contos e Mitos e a Arteterapia/ Vol VI: Sexualidade, Amor, o Sagrado e a Arteterapia: aproximações mitológicas entre Oriente e Ocidente).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *